Paleta de Cores” inaugura hoje na Fundação

0
169

Inaugura hoje, às 18 horas, na Fundação Fernando Leite Couto, a exposição colectiva de pintura intitulada “Paleta de Cores”, que junta dois artistas plásticos na arte contemporânea moçambicana, Neto Tembe e Sebastião Matsinhe.

Segundo o comunicado que chegou ao Mbenga, é uma mostra que se destaca pela luz, o traço e a viagem. A curadora da exposição, Yolanda Couto, realça o facto de, embora as diferenças do estilo e da técnica utilizada entre os dois sejam evidentes, haja a “predominância de uma paleta de cores fortes, variadas e intensas que preenchem os contornos das imagens que os caracteriza e que os aproxima”. 

Conforme detalha o comunicado, Sebastião Matsinhe usa tinta acrílica de uma forma simbólica, abstracta e emocional preenchendo a tela com manchas de cor luminosas, puras e compactas numa representatividade criativa de pássaros, flores e diversos componentes ligados à natureza.

Enquanto o seu companheiro, Neto, usa o óleo sobre tela para compor retratos de mulheres, musas inspiradoras do cotidiano. As suas telas figurativas são plenas de movimento e expressão. 

Sebastião Matsinhe nasceu a 24 de fevereiro de 1967 em Cambine, província de Inhambane e cresceu em Maputo. Em 2001, já havia feito três exposições individuais e uma colectiva. Depois desloca-se neste ano para a República da África do Sul, onde matricula-se na Universidade de Cabo Ocidental (University of the Western Cape), em Cape Town.

Em 2004 Matsinhe ganhou uma menção honrosa no Festival Internacional de Artes e Cultura, realizado em Cape Town.

Tem uma licenciatura em Artes, tendo graduando-se em (BA) Antropologia e Estudos da Mulher e Género. Em 2012 conclui e gradua-se como Mestre em Artes (MA): Antropologia Cultural. Realizou 15 exposições individuais, e 26 exposições coletivas dentro e fora do seu país de origem, contribuindo assim para a promoção da arte Moçambicana fora da África.

Ernesto Tembe nasceu em Lourenço Marques (hoje Maputo) em 1959. Formou-se em Artes Visuais pela Escola Industrial Mouzinho de Albuquerque. Dentre várias realizações, Neto é cofundador do Centro de Estudos Culturais (C.E.C) onde estudou Pintura e Desenho. Igualmente cofundador do Serviço Nacional de Museus e Antiguidades (S.N.M.A).

Foi ainda co-fundador do Museu Nacional de Arte. É membro do Núcleo de Arte tendo tido ocasião de privar e trabalhar em diversos ateliês de conhecidos mestre da pintura moçambicana tais como Victor Sousa, Naguib, Noel Langa, Naftal Langa etc e ainda com outros colegas mais jovens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here