Maputo Nakuzandza é exibido hoje no Centro Cultural Brasil Moçambique

0
59

É exibido hoje, 23 de Novembro, o documentário “Maputo Nakuzandza”, da moçambicana Maria Clotilde Guirrugo e da brasileira Ariadine Zampaulo.

A exibição começa às 17:00 e vai acontecer no Instituto Guimarães Rosa- Centro Cultural Brasil Moçambique, em Maputo. A longa metragem descreve os quotidianos de Maputo, proporcionando um dia viagem pela cidade, através de experiências vividas de modo pessoal e colectivo.

A narrativa começa no amanhecer na capital de Moçambique, momento em que a jornada se inicia para alguns, termina para outros.

Ao mesmo tempo em que jovens saem de uma festa, nos quintais senhoras iniciam o dia.Um homem corre, uma mulher chega de viagem, um turista passeia, um trabalhador apanha o transporte público e a rádio Maputo Nakuzandza anuncia o desaparecimento de uma noiva.

Todos estes acontecimentos sucedem e vão sendo narrados em simultâneo, como uma mostra dos desafios e oportunidades que Maputo oferece tanto para os nativos, quanto para os visitantes.

O filme resulta de uma co-produção de Moçambique e Brasil e foi premiado no Festival de Rio e VXIII panorama internacional coisa de Cinema.

Após a exibição, com a duração de 60 minutos, seguirá o momento de conversa com as realizadoras Ariadine Zampaulo de Brasil e Maria Clotilde Guirrugo de Moçambique.

Maria Clotilde é licenciada em Teatro pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane. Participou em seis filmes e mais de 20 espectáculos teatrais, na qualidade de actriz.

Como encenadora dirigiu cenas e espectáculos teatrais como “O mercador de Veneza”, de William Shakespeare, “Fim de pena”, adaptado de “O crivo”, de Michel Azama, “O sexo da mulher como campo de batalha”, de Matei Visniec, e “Ngilina da zona”.

Ariadine Zampaulo de nacionalidade Brasileira, Possui graduação em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal Fluminense. Participou do programa de mobilidade internacional cursando disciplinas das faculdades de História e Antropologia na Universidade Pedagógica de Moçambique (Maputo, 2017).

Actua profissionalmente como montadora e dirigiu a longa-metragem Maputo Nakuzandza (2021).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here