Primeira edição do Kuxa ka Guetto no Chamanculo

0
64

“O Preto”, de Ivo Mabjaia, e “Perspectivas do Meu Guetto”, de Cecília Mahumane e Kelvin Nhantumbo, são os filmes escolhidos para a primeira sessão de cinema Kuxa ka Guetto, a ter lugar neste sábado, a partir das 18h00, no bairro Chamanculo-C, em Maputo.

A iniciativa pretende produzir sessões de cinema nos bairros periféricos de Maputo, trazendo conteúdos audiovisuais, com o fim último de educar e influenciar positivamente a comunidade local, desde crianças, jovens e adultos.

“O Kuxa ka Guetto é o início de um projeto comunitário de criação de uma agenda cultural para os bairros periféricos de Maputo”, explicou Cecilia Mahumane responsáveis pela Chamanculo é Vida, iniciativa que organiza a sessão de cinema.

Na exibição serão mostrados filmes moçambicanos produzidos de forma independente e por jovens produtores. A iniciativa conta com a parceira de AVSI Moçambique e em colaboração com os movimentos sócio-culturais dos bairros: ACADEC – Associação Comunitária de Ajuda e Desenvolvimento do Chamanculo D, Eu Sou do Guetto, Maputo
Street Art, Associação Hoyo-Hoyo

Chamanculo é Vida é um programa que surgiu da ideia do nascimento do cinema Kuxa Kanema, com o objetivo de trazer o cinema nas províncias. Com o intuito de massificar o cinema nos bairros, o grupo comunitário tem feito as suas actividades em volta da comunidade Nhlamankulu numa primeira fase, com o objectivo de ajudar na promoção do crescimento social, cultural e económico das comunidades como Chamanculo, Malanga, Xipamanine, com a missão de criar soluções que possam permitir o crescimento da comunidade com base nas suas potencialidades, tendo em consideração o seu envolvimento ao criar estratégias para o desenvolvimento e a promoção do fácil acesso, a ferramentas que ajudam a desenvolver ideias inovadoras e sustentáveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here