CCMA homenageia Hermelinda Simela

0
78

Hermelinda Simela, actriz e cineasta moçambicana, será celebrada, um ano após a sua morte, no Centro Cultural Moçambicano-Alemão, no dia 10 de Agosto, às 18 horas.

Serão revistados os seus trabalhos junto de seus familiares, colegas, amigos e apreciadores.

Hermelinda Simela, que perdeu a vida durante o trabalho de parto, em Agosto de 2021, no Hospital Central José Macamo, Cidade de Maputo, nasceu a 7 de Outubro de 1982, em Nampula.

Enquanto actriz formou vários actores, como também deu sua voz ao teatro e ao cinema. Participou de longa-metragens, como “Virgem Margarida,  do realizador Licínio Azevedo, onde interpretou o papel da comandante Maria João, “Comboio de Sal e Açúcar”, filme que une os genêros drama e guerra, realizado e escrito por novamente por Licínio Azevedo e, desta vez com, Teresa Pereira, com base no romance homónimo do cineasta brasileiro há décadas radicado no país.

Filmes como “Avó Dezenove e o Segredo do Soviético” e “Mosquito”, contaram, igualmente, com a participação da actriz Hermelinda Simela, assim como da série “Aquele Papo”.

Sua actuação no longa-metragem “Virgem Margarida”, fez-lhe merecedora do prêmio Melhor Actriz Secundária, nos African Movie Academy Award (AMAA), da Nigéria. Já o filme “Fénix em hibernação”, realizado por Hermelinda Simela, distinguiu-se em primeiro lugar,  na quinta edição do concurso de Curta-metragens, realizado pelo Centro Cultural Moçambicano-Alemão, como “Melhor Curta-metragem”.

Hermelinda Simela destacou-se como uma das activistas culturais mais proeminentes, em Moçambique, e contava 23 anos de carreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here