“Nhinguitimo” de Licínio Azevedo abre Festival de cinema de Maputo

0
79

A mais recente obra de Licínio de Azevedo, intitulada Nhinguitimo, abre hoje, na Feira de Artesanato, Flores e Gastronomia (FEIMA), o Maputo International Filme Festival, que conta com um programa que contempla filmes de Moçambique,  Angola, Brasil e Portugal que serão exibidos nas salas convencionais e em espaços alternativos. 

 

A curta-metragem de Lícinio Azevedo, adaptada do conto de Luís Bernardo Honwana, expressa a vocação do cineasta olhar para trás como quem pensa o seu tempo no espaço onde habita.

 

O personagem principal da trama é Alexandre Vírgula Oito Massinga (António Sitoi), jovem nativo que trabalhava como empregado dos agricultores comerciais brancos.  No seu coração só cabe N’teasse (Silvana Pombal) e sua vida resume-se em cultivar os fartos campos verdejantes. No entanto, no auge dos seus vaticínios falíveis, eis que a ambição de um comerciante ordinário, Rodrigues (António Cabrita), corrompe o Administrador do lugar (Luís Sarmento), convencendo-o a arrancar as terras aráveis do pobre camponês. 

 

Além do filme de Licínio Azevedo, no dia de abertura do festival será estreado a película 

“Sem 100”, realizada por Ivo Mabjaia e com roteiro de Rúpia Júnior. 

 

O Maputo International Film Festival decorre até 5 do corrente mês, em vários espaços, nomeadamente, na FEIMA, Centro Cultural Brasil Moçambique e Café Acácias. Além destes locais, o programa do festival espera visitar as Escolas Secundárias da Catembe, Polana e Josina, Colégio Kitabu onde serão exibidos filme e existirá espaço para os estudantes entrarem em contacto com os realizadores das obras.

 

Além da exibição de películas, a iniciativa promove debates sobre questões contemporâneas relevantes para o cinema de hoje, workshops que servirão de passagem de testemunho e uma feira de confraternização e intercâmbio. 

 

O Maputo International Filme Festival é organizado pela Big Picture, um colecivo nacional que espera popularizar a sétima arte, tornando mais acessível a todos os públicos.

Confira o programa do MIFF:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here