Muend’Arte mostra “Olhar feminino” na Mafalala

0
105
Olhar Feminino

Tal como diz o ditado: bom filho volta à casa. Depois da Casa da Cultura da Cidade de Maputo, a Associação Cultural Muenda desloca a exposição “Olhar feminino” à sua sede, na rua do Goa, Bairro da Mafalala. A arrancar esta sexta-feira (22), pelas 17h00, a mostra irá prolongar-se até ao dia 23 de Maio.
Trata-se de uma exposição que acolhe obras de alguns artistas filiados à associação, nomeadamente, Faira Beatriz, Muenda, Nália Agostinho, São Paixão, Bena Filipe, Delfina Nhatitima e Darda.
De acordo com a nota de apresentação assinada por Muenda, “a arte é aquela coisa que vemos e o nosso coração fica comandado. Se estava acelerado, ele começa a bater devagar”. Num outro momento, a patrona da Muend’Arte avança que a arte, para o artista, traz-lhe um momento incomparável, a felicidade quando o objectivo é atingido no processo da produção da sua obra é inexplicável, só a dança do coração, alma e corpo demostram os 10% da satisfação.
Aliás, é mesmo por isso que esta exposição existe – para permitir a felicidade nos sete artistas que se unem para exteriorizar as glórias e as frustrações da mulher, mesmo alusivo ao mês que se celebra a mulher moçambicana.
“A mulher a qual celebramos este mês é tão generosa, que mesmo com as dores e mágoas inseridas em si ela só mostra os 10% e os 90% são de generosidade, bondade, felicidade e amor que, por mais que esteja na sua última gota, exprime para dar o seu máximo”.
Nesta colectiva apelidada por “Olhar feminino”, estas artistas querem nos permitir a visão dos restantes 90% da satisfação, produzindo e expondo estas obras e, ao mesmo tempo, os 90% são de muitas outras coisas que não são permitidas ou dadas as oportunidades para os fazer.
Esta mostra poderá ser visitada na sede da Muend’Arte, na Rua do Goa, Mafalala, durante um mês. Às quartas, sextas e sábados, entre às 11h00 e 16h00, as portas da galeria estarão escancaradas para acolher visitantes que queiram apreciar e comprar as obras.
Recorde-se que “Olhar feminino” esteve patente na Casa da Cultura da Cidade de Maputo entre os dias 8 e 21 de Abril.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here