Modigi distribui conteúdos da Mbenga no streaming

0
133
Assinatura de acordo entre a Modigi e o Mbenga. Paulo Chibanga e Leonel Matusse Jr. Fotografias de Júlio Marcos.

A Plataforma Mbenga Artes e Reflexões e a Moçambique Digital (Modigi), subsidiária da Khuzula, passam, formalmente, a ser instituições parceiras, na sequência do Memorando de Entendimento assinado entre ambas instituições vocacionadas a divulgação de conteúdos sobre arte.
Com efeito, os conteúdos dos programas de rádio e podcasts produzidos pela Mbenga, representada por Leonel Matusse Jr., director de Relações Externas do Mbenga, serão distribuídas nas maiores plataformas de streaming mundial pela Modigi, representada pelo director Paulo Chibanga.
“Esta parceria entre a Khuzula e a Mbenga representa um verdadeiro ganho para massificação, divulgação e promoção do espólio de conteúdos fonográficos e literários de artistas moçambicanos”, disse Chibanga.
Outrossim, prossegue Paulo, esta parceria contribuirá para o desenvolvimento da “Viva a Música”, uma revista online sobre música moçambicana, através de acções de formação e elaboração de conteúdos para a plataforma Mbenga, como um meio de divulgação.
“Para nós, esta parceria é um mais um passo rumo a democratização do acesso as artes e de dar a conhecer o trabalho de artistas moçambicanos das periferias que têm dificuldades de chegar a públicos mais alargados e a escala global”, disse Leonel Matusse Jr.
Nós nascemos já no digital, continuou Matusse, como um blog, temos difundindo os nossos conteúdos nas redes sociais, o que faz acreditar que, a semelhança dos artigos que temos escrito, os colocar áudios que produzimos a disposição na internet, nas plataformas de streaming, é a melhor forma de chegar a mais pessoas, não nos limitando as fonteiras moçambicanas. “Até porque a nossa ambição, a longo prazo, é a lusofonia”, acrescentou.
Desde 2018 que a Mbenga tem estado a produzir programas de rádio e podcasts de crónicas, história de arte, cinema, literatura entrevistas, entre outros. No ano passado, fruto da subversão Diversidade, enquadrado no Procultura, recebeu um fundo que possibilitou a produção do programa Diversidade que se foca na visibilização de artistas das periferias, mulheres empreendedoras que por via deste acordo poderão ter maior alcance.


Esta parceria, na verdade, formaliza, uma relação já existente entre as duas empresas, de tal modo que, em 2020 realizaram uma série de debates sobre a rentabilização da música no digital e outras questões referentes a Indústria da música.
Outrossim, é a partilha de artigos sobre música escritos pela equipa da Mbenga que, sendo do interesse da Khuzula, são publicados no portal da Modigi.
Mbenga Artes e Reflexões está no activo desde 2014, tendo iniciado como um blog de notícias sobre arte criada por estudantes de Jornalismo da Escola Superior de Jornalismo e da Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane.
Com o passar dos anos foi evoluindo, organizando debates sobre a história e arte no Centro Cultural Moçambicano Alemão e no Centro Cultural Franco-Moçambicano, sobre questões relativas ao Estatuto do Artista e a Restituição.
Em 2018 iniciou a produção de conteúdos áudio, tendo já transmitido os seus conteúdos na Rádio Comunitária da Maxaquene, Apolitécnica Rádio. Neste momento está com um programa, o Cinema em Foco na RDP África e Conversas ao Meio dia na Rádio Cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here