Poemas de Ema Nzadi

0
39
Ema Nzadi
Ema Nzadi

Textos de Ema Nzadi

o sol é um laço
estrada no grau das sombras

homens são reinventados
nos olhos designados
de chuva umbilical

na formação da ressurreição
vidra-se o questionamentos dos homens

canção Zaire mbungwa ye vata
na beira do imaginário
na poeira ao baixo mar

importa imortalidade

SUMÁRIO UNIVERSAL

a soberana enxada da terra

o rio inquestionável
suprimido tempo vogado

nós e nossa intersecção doutrinarias

ludimi lwa ngando ke lekesa nzinziko

Iº CORO ( MBANZA ANZA )

Pintura de João Timane
Pintura de João Timane

há luz formada na memória
faz-se breu porta
dormida de santificações voltadas
o descanso das tristezas
a trajectória suspirada
a leveza
do embondeiro líquido
e o peso do seu leito contínuo

a enxada soberana da terra

a soberana enxada da terra

os cantantes homens
das palmeiras cantam
o limo silencioso
nas nossas memorias
nos pássaros lavrados
nas feridas
trocadas

IIº CORO ( MBANZA A NZA )

***

Ema Nzadi, pseudónimo de Emanuel Vieira Cambulo. Natural da província do Zaire/Angola. Escritor; membro do Movimento Litteragris, actual vice-coordenador do Movimento. Pesquisador de Teoria da Literatura e Literatura de Expressão Portuguesa.

Uma obra publicada:

  • Pintura dos Ecos, vencedor do Prémio Literário António Jacinto 2019;
  • Publicação em varias antologias, colectâneas nacionais e internacionais, revistas, jornais e blogues.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here