Poemas de Rudá Ventura

0
407
Rudá Ventura
Rudá Ventura

Textos de Rudá Ventura

ÀS MARGENS DO CÉU

Há uma vela que o horizonte ilumina
E um manto de aurora que reclina sobre nós.
Há um vale sob a pele do asfalto
E um canto que ecoa em silêncio,
Por dias se ouvindo
Às margens do céu.

Hoje acordamos com um sonho,
Amanhã despertaremos sem vida.
Há o infinito num instante de aurora
E ainda há luz nos dias sem sol.

Há um futuro que agora amanhece sobre nós
E há um canto que nos guia em silêncio,
Por dias seguindo
Às margens do céu.

*

POENTE

Amor,
Quando passar a tarde,
Encosta teu coração no ocaso
Pra que o fio de luz, que é semente,
Plante minha alma em tua noite
E assim, unidos ao firmamento,
Nasçamos juntos em outra aurora.

Pintura de João Timane
Pintura de João Timane

*

LINHAS NA RELVA

Vejo os campos com a mesma clareza
De quem lê as linhas da própria mão.
Gravo meu destino sobre a relva
E deixo que a terra sinta meus passos,
Antes mesmo de eu trilhá-los.

Sigo um caminho sem paragens
E apenas sobre o horizonte
Eu ergo minha morada.

Levo tudo o que meus olhos retêm
E entrego aos bosques
Minha alma em rama.

Eu beijo a rosa, eu toco a chama…

E vivo o infinito em instantes,
Porque assim é a eternidade
Pra quem ama.

*

QUATRO ESTAÇÕES

Quiseras que enxergasse meu caminho
E sentisse no outono as quatro estações;
Quiseras que eu tocasse os frutos,
Antes mesmo de lançar suas sementes.

Não posso mudar o que vejo,
Mas saber o destino é pressentir a estrada…

Se deixas eu olhar a terra
E me dás a clareza dos planos,
Também fazes conhecer tal sorte
E os espinhos que escondem os ramos

Para que as mãos não temam adiante
E para que minha boca no estio plante
Sonhos na relva.

***

Rudá Ventura: poeta, cantor e compositor brasileiro, nascido em São Paulo. Autor do livro Preamar, lançado em 2017 pela editora Laranja Original, tem poemas publicados em revistas literárias do Brasil e de Portugal. Integra também a antologia Encontro de Utopias, lançada em 2019 pela editora Patuá. Comprometido com a arte-educação, realiza palestras e apresentações de poesia recitada em escolas e eventos culturais. Publicará, em breve, seu segundo livro de poemas.

Artigo anteriorÀ MANUELA SOEIRO
Próximo artigoDomingo de Ramos
Hirondina Joshua nasceu em Maputo, Moçambique, aos 31 de Maio de 1987. É membro da Associação dos Escritores Moçambicanos. Participou de várias antologias, revistas blog, jornais, colóquios, debates, festivais nacionais e estrangeiras. Tem colaborado com a plataforma mbenga de artes e reflexões fazendo conversas e divulgando textos de autores lusófonos. É co-redatora da revista portuguesa incomunidade. E colunista da revista galega palavra comum onde colabora com ensaios sobre a arte da escrita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here