Poemas de Agostinho João

0
47
Agostinho João
Agostinho João

Textos de Agostinho João

Z do árduo
Z ninguém

dos santos que ouvi
na terra um vi

em pé lá
em pé cá
em contínua luta
em certas vitórias
no ventre da palanca
um deus mortal

POEMA Z

Desenho de Joaneth
Desenho de Joaneth

Cris tão duro
Cris tão cego

tanto tanto lês
nada nada vês
tantas tantas fés
em nada em nada crês

há mentira nos teus lábios
a mentira dos teus lábios
amém… tira dos teus lábios

é ter na mente!
eternamente acabarás
sob a mesma terra tenra
donde acreditas ter vindo

CRIS

***

Agostinho Gonçalves, escritor, tradutor e crítico literário, nasceu a 6 de Junho de 1995 em Luanda. É licenciado em Língua e Literaturas em Língua Francesa pela Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto, professor de Literatura Africana no ICRA – Instituto de Ciências Religiosas de Angola, Membro do Movimento Litteragris e colaborador do Centro Cultural do Brasil em Angola. Tem textos publicados na revista Tunda Vala I e Tunda Vala II, na antologia poética Sementes da Língua – Angola-Galiza, no Jornal Cultura, na Revista Palavra e Arte e na Revista Soletrar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here