Sustentabilidade do sector das artes entre as metas de Chonguiça na CTA

0
86

Criar um ambiente de negócios favorável e sustentável para o Sistema de Artes está entre as metas de Moreira Chonguiça e o seu elenco, na presidência do pelouro de Indústria Criativa e Cultura das Associações Económicas de Moçambique (CTA).

“A nossa missão é expor aos parceiros os desafios que existem para que os empresários, investidores e agentes do sector possam desenvolver os seus negócios”, disse o saxofonista e etnomusicólogo, na manhã de hoje, em entrevista ao “Mbenga”.

Moreira Chonguiça, que tem como vice-presidentes Faizal António e Riaze Fateally, tomou posse ontem com a promessa de, durante os quatro anos de mandato, propor soluções que aliviem, influenciem parâmetros legais e estimulem mais investimento no sector das Artes.

A visão do músico, que dirige o Festival More Jazz Series, é criar um modelo de negócio integrado no contexto moçambicano e regional, a considerar: problemas locais, soluções locais. “Não somos uma ilha”, observou, assumindo que não pretende fechar portas.  

Chonguiça constatou que, actualmente, a arte ainda é encarada na sua perspectiva social, de tal modo que, por exemplo, o apoio que os projectos desta área recebem das empresas e ONG`s é encarado como Responsabilidade Social.

“Temos de convencer a sociedade, a partir da base, que a arte é negócio”, disse o Presidente do Pelouro de Indústria e Criativa e Cultura das Associações Económicas de Moçambique (CTA). “Os teus vizinhos”, exemplificou, “tem de perceber que a carreira de escritor, de actor, de músico está integrado num sistema de negócio”, concluiu.

Moreira Chonguiça é saxofonista de jazz moçambicano. Em 2010 iniciou um festival de jazz, Morejazz, em Maputo, através do qual convida artistas que tocam no festival a ministrarem master classes. Em junho de 2010, seu grupo The Moreira Project abriu o Standard Bank Jazz Festival em Grahamstown, no Cabo Oriental. É co-autor, juntamente com Manu Dibango, do álbum M & M, lançado em 2017.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here