“Silêncio da pele” vem a superfície amanhã na FFLC

0
36

A Fundação Fernando Leite Couto lança, no dia 18 deste mês (quarta-feira), a obra de poesia SILÊNCIO DA PELE, de Otildo Justino Guido, vencedor do Prémio Literário Fernando Leite Couto 2019.

O livro reúne poemas cuja qualidade estética e temática, performance linguística, entre outras qualidades linguístico-literárias referentes ao texto poético mereceram o reconhecimento de um júri constituído por escritores e estudiosos da literatura.

A mesa do júri foi constituída por escritores e crítico literários Calane da Silva (presidente), Lucílio Manjate, Elídio Nhamona, Ana Mafalda Leite, residente em Portugal e Carmen Tindó Seco, residente no Brasil.

Trata-se da primeira obra do jovem escritor de 22 anos, nascido na província de Inhambane, cujo pseudónimo é Antonieta Verso d’água.

Otildo Justino Guido nasceu no distrito de Maxixe, na província de Inhambane; formado em Contabilidade e Finanças; membro da Associação Cultural Xitende; co-mentor do Projecto Cultural Tindzila.

Otildo Guido é dinamizador cultural, compositor, poeta e escritor; participou no projecto “Nova Poesia Africana de Expressão Portuguesa” (2015); Participou na antologia Internacional da CPLP “Entre o Samba o Fado e a Poesia” (2015), e na antologia “Obsessões” da editora Lua de Marfim (2015); Participou igualmente na colectânea de contos “O Rosto da Fome” Vol.II da Afonso Editora (2015); participou na antologia internacional “Em Todos os Ritmos Da Poesia” (2016); participou na antologia “Galiza-Moçambique: Numa Linguagem e Numa Sinfonia”; participou na antologia “Poemas +258” Vol.I (2019); publicou em várias revistas nacionais e internacionais.

É o segundo vencedor do Prémio Literário Fernando Leite Couto, 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here