No gume da palavra discute Democracia, no contexto da diversidade cultural moçambicana

0
19

A Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO) prossegue com o ciclo de palestras “No gume da palavra”, hoje pelas 18.00 horas, com a palestra “Democracia, no contexto da diversidade cultural moçambicana”.

A conversa será moderada pelo poeta e licenciado em Filosofia Nelson Lineu, tendo o politólogo Eduardo Sitoe como orador principal, sempre através do ZOOM Cloud Meeting.

Neste modelo de realização de eventos a AEMO estreou-se no 15 de Abril, com o debate “Poéticas do caos – Entre a Faticidade e o Absurdo na Literatura Moçambicana” conduzido pelo filósofo e crítico de arte Dionísio Bahule, seguido da palestra, realizada no dia 24 de Abril, proferida pelo Aurélio Ginja, docente da Universidade Politécnica em Maputo, sobre à obra vencedora da 2.ª edição do prémio Literário Imprensa Nacional Casa da Moeda (INCM)/ Eugénio Lisboa, em 2019, intitulada “A Saga d’Ouro” de Aurélio Furdela.

De acordo com o Secretário-Geral da agremiação, as tecnologias estão a ter um impacto positivo nas actividades organizadas pela instituição que dirige, pois garantem o alcance nacional e internacional através de videoconferências.

“Os apreciadores da literatura e ideias passam a dispor de uma sala instalada com equipamento de vídeo e áudio, preparada para acolher os eventos, com as condições devidas para a participação do público em qualquer parte que se encontre”, afirmou Carlos Paradona.

Face a ocorrência da pandemia Covid-19, que condiciona o normal funcionamento das instituições culturais, a AEMO, no cumprimento das medidas emanadas pelo Governo, viu-se obrigada a suspender uma série de actividades.

É neste contexto que a agremiação reinventou-se e encontrou na internet uma alternativa para manter as suas actividades no âmbito do ciclo de debates e palestras denominado “No Gume da Palavra”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here