FACE AO CORONAVÍRUS Concertos de Nandele em directo na internet

0
496

NANDELE Maguni, DJ e produtor musical, apresenta a partir de hoje até domingo, às 18.00 horas, uma performance online, nas suas contas do Facebook e Instagram @nandelemaguni.

Intitulado, “Likumbi season – Man cave sessions”, o concerto insere-se nos esforços do artista em contribuir para a prevenção da possibilidade de contaminação com o Covid-19.

O beat maker nacional, que trabalha a música experimental, ampliando as possibilidades do boombap e misturando-o ao psicadélico, electrónico (entre outros), encontrou na internet uma alternativa para a série de cancelamentos de espectáculos que se assiste no mundo devido ao surto do coronavírus.

“As casas onde actuamos estão a fechar por causa da pandemia, então nós temos de encontrar outros caminhos”, disse Nandele Maguni, chamando a atenção ao facto de a doença estar a inviabilizar vários projectos musicais.

O autor do álbum “Likumbi” (rito de iniciação na tribo Makonde, da província de Cabo Delgado) lamenta que as finanças dos artistas tenham ficado comprometidas. Daí insistir na busca de opções para fazerem a sua renda e pagar despesas.

Likumbi season – Man cave sessions” é, igualmente, conforme Nandele, uma lufada de ar fresco. “É uma forma de distrair as pessoas do pânico e estigma que o coronavírus está a gerar desde que ouvimos as primeiras notícias”, disse.

Numa performance interactiva, o beat maker pretende emitir uma mensagem de esperança para os moçambicanos e para outros quadrantes do mundo, pois através da internet está, simultaneamente, disponível para todos os seus seguidores.

O repertório será composto pelos trabalhos que vêm desenvolvendo desde 2016, entre os quais, “Cidade das Acácias”, “Paíto”, “Argolas Deliciosas”, os projectos Canto das cores, The mute band, Terapia, entre outros.

A reprodução será feita através do seu smartphone, a partir do seu quarto, com a internet que partilha com a família em casa.  

Artigo anteriorVencer a cama
Próximo artigoRemote control
É licenciado em Jornalismo, pela ESJ. Tem interesse de pesquisa no campo das artes, identidade e cultura, tendo já publicado no país e em Portugal os artigos “Ingredientes do cocktail de uma revolução estética” e “José Craveirinha e o Renascimento Negro de Harlem”. É membro da plataforma Mbenga Artes e Reflexões, desde 2014, foi jornalista na página cultural do Jornal Notícias (2016-2020) e um dos apresentadores do programa Conversas ao Meio Dia, docente de Jornalismo. Durante a formação foi monitor do Msc Isaías Fuel nas cadeiras de Jornalismo Especializado e Teorias da Comunicação. Na adolescência fez rádio, tendo sido apresentador do programa Mundo Sem Segredos, no Emissor Provincial da Rádio Moçambique de Inhambane. Fez um estágio na secção de cultura da RTP em Lisboa sob coordenação de Teresa Nicolau. Além de matérias jornalísticas, tem assinado crónicas, crítica literária, alguma dispersa de cinema e música. Escreve contos. E actualmente, é Gestor de Comunicação da Fundação Fernando Leite Couto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here