Hirondina Joshua lança “Os Ângulos da Casa” hoje no Correntes d´Escrita

0
467

Hirondina Joshua lança “Os Ângulos da Casa”, sob chancela da Fundação Fernando Leite Couto, hoje no Correntes d´Escrita, que decorre em Povoa de Varzim, Portugal.

Considerada uma das vozes mais importantes da nova geração de escritores moçambicanos, a poetisa, com esta publicação, que será às 19:00 horas (21, em Moçambique), na Sala Sarilho, Galerias Euracini, projecta-se para o mercado internacional.

Celso Muaianga, editor da Fundação Fernando Leite Couto, olha para este evento como um marco para a nova geração da literatura moçambicana.

Na sexta-feira, dia 21, Hirondina Joshua integra a mesa redonda que debate “Nas redes perdidos, os livros de amanhã”, a decorrer às 18:30.

A poetisa é curadora, no site da Plataforma Mbenga Artes e Reflexões, das colunas Os Dedos da Palanca (dedicada à Literatura Angolana), Exercício de Retina (Literatura Moçambicana) e Letras do Atlântico (Portuguesa e Brasileira).

A sua presença no Correntes d´Escrita mereceu destaque no Jornal de Letras, coma publicação do prefácio do seu livro de estreia, assinado por Mia Couto, intitulado “Hirondina Joshua Aguçar o murmúrio”.

A primeira edição desta colectânea de poesia, “Os Ângulos da Casa”, foi publicada em 2016, em Maputo. No ano seguinte a editora Penalux a responsabilizar-se pela versão brasileira.

Celso Muianga, por sua vez, irá moderar a mesa “Tenho medo da poesia”, que terá lugar no dia 20, às 18:00 horas.

Muianga é ainda, entre outros, cronista, sendo que nos últimos anos tem publicado com alguma regularidade no Jornal O País. É um profundo conhecedor da cena literária moçambicana, apoiando vários nomes emergentes.

O Correntes d’Escrita deste ano, que decorre entre os dias 19 e 23 deste mês, tem como tema “Celebrar a diversidade e a liberdade”.

O festival, que é o Encontro de Escritores Ibero-Americanos, é promovido pela Câmara da Póvoa de Varzim. Reúne cerca de 100 autores de 14 países.

Mbate Pedro, Lucilio Manjate, Nelson Saute, Mia Couto, entre outros são outros nomes nacionais que já estiveram neste festival.

Artigo anteriorIdiomas nacionais em diálogo com o latim na próxima Missa de Estevão Chissano
Próximo artigoImpressões
É licenciado em Jornalismo, pela ESJ. Tem interesse de pesquisa no campo das artes, identidade e cultura, tendo já publicado no país e em Portugal os artigos “Ingredientes do cocktail de uma revolução estética” e “José Craveirinha e o Renascimento Negro de Harlem”. É membro da plataforma Mbenga Artes e Reflexões, desde 2014, foi jornalista na página cultural do Jornal Notícias (2016-2020) e um dos apresentadores do programa Conversas ao Meio Dia, docente de Jornalismo. Durante a formação foi monitor do Msc Isaías Fuel nas cadeiras de Jornalismo Especializado e Teorias da Comunicação. Na adolescência fez rádio, tendo sido apresentador do programa Mundo Sem Segredos, no Emissor Provincial da Rádio Moçambique de Inhambane. Fez um estágio na secção de cultura da RTP em Lisboa sob coordenação de Teresa Nicolau. Além de matérias jornalísticas, tem assinado crónicas, crítica literária, alguma dispersa de cinema e música. Escreve contos. E actualmente, é Gestor de Comunicação da Fundação Fernando Leite Couto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here