“Viva Música Moçambicana” na Beira

0
320

O projecto “Viva a Música Moçambicana”, lançado no princípio deste mês, em Maputo, realiza o seu primeiro festival no dia 30 deste mês, na Solange Beach Club, na Beira.

Estarão em palco Otis, Isaú Menezes, Lizha James, Anita Macuácua, Júlia Duarte e DJ Ardiles e as bandas Chiveve, Ghorwane e Kakana. O festival marca o arranque efectivo do projecto

“O ‘Viva a Música Moçambicana’ é um projecto multicultural, cuja música é o mote para promover o consumo e o orgulho pelas artes e culturas em todo país”, lê-se na nota de imprensa.

De forma simbólica, continua o referido documento, o projecto visa colocar na moda a música moçambicana de qualquer ritmo em qualquer parte deste país, começando pelas referências, que já estão estabelecidas, como a marrabenta.

O espectáculo será antecedido de uma Solidária. Refira-se que parte das receitas do projecto vão para apoio humanitário às vítimas dos ciclones Idai e Keneth, que assolaram a zona centro do país e a província de Cabo Delgado.

Além dos espectáculos, o espaço irá acolher também mostras de outras actividades artísticas, com destaque para as artes plásticas, artesanato, cinema e gastronomia.

A programação inclui, igualmente, um master class sobre direcção de banda e execução, bem como, um desfile de moda. Foi concebida ainda uma oficina de fabrico de instrumentos tradicionais e uma sessão de leitura de histórias para as crianças.

Artigo anteriorMúsica tradicional e dança contemporânea na mó de cima
Próximo artigo“Nasceu o meu primeiro neto” – Paulina Chiziane
É licenciado em Jornalismo, pela ESJ. Tem interesse de pesquisa no campo das artes, identidade e cultura, tendo já publicado no país e em Portugal os artigos “Ingredientes do cocktail de uma revolução estética” e “José Craveirinha e o Renascimento Negro de Harlem”. É membro da plataforma Mbenga Artes e Reflexões, desde 2014, foi jornalista na página cultural do Jornal Notícias (2016-2020) e um dos apresentadores do programa Conversas ao Meio Dia, docente de Jornalismo. Durante a formação foi monitor do Msc Isaías Fuel nas cadeiras de Jornalismo Especializado e Teorias da Comunicação. Na adolescência fez rádio, tendo sido apresentador do programa Mundo Sem Segredos, no Emissor Provincial da Rádio Moçambique de Inhambane. Fez um estágio na secção de cultura da RTP em Lisboa sob coordenação de Teresa Nicolau. Além de matérias jornalísticas, tem assinado crónicas, crítica literária, alguma dispersa de cinema e música. Escreve contos. E actualmente, é Gestor de Comunicação da Fundação Fernando Leite Couto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here