Textos extraídos do poemário “As simetrias de Mulher”

0
322
Cíntia Eliane Gonçalves André
Cíntia Eliane Gonçalves André

Textos de Cíntia Eliane Gonçalves André

Entre a toga e a caneta
buda surdocego
engolido em promessas

Fonema dágua
deslizando num sopro
delgadas rolas
de asas em cruz

Na palma da mão
versos forjados
há uma bandeira
de joelhos cortados

Angola côncava
raios aglutinados
transformando
plasmados circuitos d’entrega

Um vento de presságios
arder nos olhos
tudo é claro
na iminência apagada

Desenho de Joaneth

Coisas para serem lidas de costas

Entre reflexos de mim
observo utópica chama

Numa garganta funda
uiva o silêncio
ternura áurea
tradição amarrada na morte

Por águas apressadas
doce melancolia
vontade
ternas asas dosolhos

Por que me expiram nos dedos
versos nos cacimbados?

Entre porquês

* * *

Cíntia Eliane Gonçalves André, define-se como um grão de areia no universo. Desde que se lembra, gosta de escrever essencialmente poesia e prosa. Autora do poemário intitulado “As simetrias de Mulher”, assina sob o pseudônimo de Marquita 50 e sempre amor por palavras muito mais do que devia. É membro co-fundadora do Movimento Litteragris e do Círculo Literário e Linguístico Litteragris. Estudante de Comunicação Social do Instituto Superior Técnico de Angola, vencedora da primeira edição da FEJETEC, na categoria de Literatura e do segundo lugar do prémio de poesia no feminino, Um Bouquet de Rosas para Ti, organizado pelo Memorial Dr. António Agostinho Neto. Tem textos publicados nas revistas, Agrís Magazine e Tunda Vala, na antologia Sementes da Língua e em outros lugares que a quiseram ler. Trabalha em Assessoria de Imprensa e considera a sua vida como nada mais do que uma jornada para se encontrar.

Artigo anteriorOfereçam-me flores
Próximo artigoPoemas de Frank Lemos
Hirondina Joshua nasceu em Maputo, Moçambique, aos 31 de Maio de 1987. É membro da Associação dos Escritores Moçambicanos. Participou de várias antologias, revistas blog, jornais, colóquios, debates, festivais nacionais e estrangeiras. Tem colaborado com a plataforma mbenga de artes e reflexões fazendo conversas e divulgando textos de autores lusófonos. É co-redatora da revista portuguesa incomunidade. E colunista da revista galega palavra comum onde colabora com ensaios sobre a arte da escrita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here