Empty Room: nova proposta para artistas

0
146

A PLATAFORMA Empty Room é uma nova proposta, que nasce, na cidade de Maputo, para dinamizar a circulação de artistas de diferentes disciplinas e estabelecer espaços de partilha de experiência, que possibilitará diálogos diversos.

Concebida pelo casal de artistas, o moçambicano, David Aguacheiro e a alemã Tina Kruger, desde os finais do ano passado, que o projecto está a ser trabalhado. O objectivo é abraçar todas as artes.

“Pensamos em começar com formação, capacitação, debates e residências artísticas”, disse Tina Kruger, autora do documentário “Living Art”. A iniciativa é movida pela crença de que o intercâmbio entre artistas é uma oportunidade singular de aprendizado mútuo.

Um dos maiores incentivosk, para a materialização deste sonho, prossegue, é a experiência adquirida pelo casal em Joanesburgo, na vizinha África do Sul, onde estiveram em Residência Artística, numa antiga prisão feminina.

“Lá tivemos contacto com artistas de vários países, que estão a desenvolver trabalhos similares e outros, que nos inspiraram e deram-nos energia para prosseguir”, contou, a explicar que, com efeito, haverá, através do Empty Room residências com artistas de outros países.

Tina Kruger acredita, que um dos diferenciais da plataforma, cujo sítio na internet ainda está em produção, é tratar-se de uma plataforma de artistas para artistas, o que gera uma atmosfera de maior proximidade entre os envolvidos.

“Gostaríamos que os nossos colegas se juntassem a nós, neste movimento, que pretende ser uma proposta de inclusão e que irá gerar oportunidades para os artistas”, disse.

Com efeito, no próximo mês, em parceria com o Centro Cultural Franco-Moçambicano, em Maputo, a Empty Room irá juntar mulheres artistas de Moçambique, eSwatini, Ilha Reunião e Alemanha, para produzir um trabalho, que através de um olhar crítico, reflecte o corpo feminino, o efeito psíquico do uso dos anti-conceptivos, para as mulheres.

Do país irá participar a bailarina Edna Jaime, do país vizinho, a cantora Thobile Makhoyane, da ilha no Indico, a cantora e poetisa Kaloune e do berço de Fausto, a cineasta Tina Kruger.

“O resultado desse encontro”, que espelha esse diálogo entre disciplinas artísticas ao mesmo nível, será uma “cine-performance”, que será exibida em Maputo e, possivelmente, nos países de origem das artistas estrangeiras envolvidas.      

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here