Anísio Buanaissa Reinventa Mossambike em sua primeira obra literária

0
118

Ao som da guitarra, violino, canção e poesia, Anísio Buanaissa, ou melhor, Bwana Yesu, lançou na noite da Quinta-feira, no Centro Cultural Brasil-Mocambique, o seu primeiro livro. Intitulado Reinventar Mossambike, o livro propõe um renascimento de Moçambique.
O evento contou com a presença da Presciente do Conselho Administrativo do FUNDAC, o vice-ministro da cultura e turismo, a embaixadora do Brasil em Moçambique entre outras personalidades.


Texto: Safira Xirindza
Nws_26577_1_20150416-124831A paixão pela escrita é uma das marcas de Bwana Yesu. “Escrever é como gerar um filho. A escrita torna-nos eterno, pois o que está escrito nunca morre” expressa. De forma a eternizar o seu pensamento, este autor redigiu a sua primeira obra: Reinventar Mossambike.
Bwana Yesu afirma quer a principal mensagem que pretende transmitir é a necessidade de se redescobrir o país e não deixa-lo perdido em mãos alheias. “Há que se acordar os hábitos, as maneiras moçambicanas de ser e estar pois nota-se que esta a se perder cada vez mais”, constata.
O escritor moçambicano, Dom Midó das Dores, foi o contemplado da noite para fazer a apresentação da obra, tendo o feito com pouco formalismo e muita moçambicanidade. “o autor inicia a obra com uma mensagem de batalha e termina com de Proclamação da Independência” narra Dom Midó.
Para Amélia Matavele, uma das participantes do evento, o livro “apresenta temas muito interessantes e atraem à leitura. Dos versos que li, consegui captar uma mensagem de Nacionalismo”, conta.
Por uma nação edificada; Sonhos e devaneios e Sentimento e amores são os três capítulos distribuídos em 65 poemas e 105 páginas.
Anisio Baunaissa nasceu na cidade da Beira, província de Sofala . Formou-se em Relações Internacionais e Diploma e em Politicas e Publicas. É pesquisador, docente universitário e analista político em alguns órgãos de comunicação social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here