Miguel Xabindza em concerto no Ntsindya

0
105

Uma performance de peso na Sexta Jaz

1661788_728442953866618_4087157617749440484_nMiguel Xabindza, com a guitarra em seus braços, proporcionou, na última Sexta-feira do mês de Fevereiro, no Centro Cultural Municipal Ntsindya, horas de aventura pelas sonoridades, Jazz, marrabenta, Funk e reggae.


1661788_728442953866618_4087157617749440484_n

As luzes do palco piscavam. As mesas, ainda vazias, esperam ser preenchidas. Xabindza encontrava-se reunido com amigos próximos numa mesa comum, como planeia. Os instrumentos ainda estavam intactos, sem emitir nenhum som, a espera de serem mexidos. Oito mesas e cadeiras dispersas na espera do grande momento.

Depois do músico Ildo Ferreira, Xabindza é o segundo artista a preencher o palco do Sexta-feira Jazz neste ano. Na espera do concerto iniciar, Miguel dava uns goles num líquido cristalino que preenchia o seu copo, trocava palavras e deixava o tempo passar. Por vezes, mexia o celular ansioso, recebia chamadas e acalmava os ânimos com mais goles do líquido. “Sem medo e sem ares de superioridade”, disputava a atenção do BarMann como a plateia, sem se importar.

Há hora J

O grande momento chegou. Depois de trocar gestos com a direcção da casa, Ntsindya, Xabindza saiu da plateia e foi preencher o lugar que lhe merece. Deu passos firmes e subiu ao palco. Pegou na guitarra e iniciou a viagem.

A primeira parte do concerto foi dedicada a Moçambique. “É sempre bom tocar os sons da minha terra. Adoro interpretar, mas fico mais fascinado quando canto as músicas de minha autoria”, confessou no final do concerto.

Na segunda parte, sem passagens e visas o público embarcou numa caravana que os conduziu além-fronteiras. “Na segunda parte toquei músicas estrangeiras. Minha intenção era animar o público, afinal de contas hoje é sexta, a última do mês, e eles merecem.”

Como um maestro, Xabindza controlava a plateia e fazia ela vibra ao seu ritmo. Depois do concerto Xabindza deu a receita para controlar o público. “Faço a leitura das emoções do público e do ambiente. Eu toco ao ritmo disso”, desvenda.

Agenda de Xabindza

O ano de 2015 será de realizações para Xabindza. “Pretendo fazer o lançamento do meu álbum. O trabalho discográfico será 100% ao vivo, gravado em Palco, pois, lá é o meu lugar. Serão 50 minutos de emoção de concerto.”

Xabindza não avançou os músicos convidados para o álbum, mas prometeu: “Serão participações de peso”.

Ainda neste Ano, Miguel Xabindza espera participar, ainda neste semestre, numa serie de workshop pela europa. Na agenda deste músico, também, está anotada uma serei de participações em concertos no exterior. “Tenho concertos já confirmados para Angola, Alemanha, Portugal entre outros locais. No momento certos vou anunciar as datas”.

De salientar que Miguel Xabindza vai actuar, nesta sexta, num concerto no Espaço Dulce Vita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here