Flores à Minha Ex: Flores à Extraordinária Malta de Obedes Lobadias

0
127

A ansiedade por parte dos que se fizeram ao espectáculo “Flores à minha Ex” ficou notória, pois cochivavam entre si questionando “mas, afinal, o que vem a ser Flores à minha Ex?”.

Foi só Obedes Lobadias entrar em cena para que todas as dúvidas fossem esclarecidas.

Passado um ano da perfomance “Uma Menina Séria e Um Sonhador”, de Obedes Lobadias ao lado de Jéssica Candy, Lobadias sentiu a necessidade de trazer ao seu público mais uma perfomance, com objectivo de exaltar a literatura.

Outrossim, a perfomance serviu de exaltação de pessoas, do amor, das boas relações e tudo que vem a volta, como também ficou na história como mais uma experiência, por isso carrega o titúlo “Flores à minha Ex”.

“Depois de um ano, aquela menina séria e um sonhador que se passou, entramos agora com a extrordinária malta para mostrar que nós existimos e vamos acontecer”, conta Obedes Lobadias.

Acompanhado pelo som do saxofone, Obedes Lobadias, no seu concerto que teve lugar na última quarta-feira, na X-Hub, recitou cerca de 17 poemas escritos por si e por outros autores, com destaque para Álvaro Taruma, Fernando Pessoa, Mia Couto, Absalão Chaúque, entre tantos outros.

Obedes Lobadias, revelou a equipe da Mbenga que organizar “Flores à minha Ex”, constituiu um grande desafio para si e sua equipe, uma vez que pretendia surpreender àqueles que o admiram e vem acompanhando o seu trabalho.

Acrescentou ainda que “esconder e trazer essa coisa toda, foi um grande desafio. Eu recebia chamadas, queriam detalhes sobre o concerto. Até no nosso comunicado de imprensa, não vinha com detalhes completos porque nós queriámos guardar esta surpresa. Não foi fácil”.

Lobadias, sentiu-se lisojeado e estendeu sua gratidão ao público que só precisou saber o nome do concerto e quem o faria, para que se fizesse presente. Para o Poeta, o seu público é sua Ex, sua malta extraordinária, que o apoia sempre e faz parte de sua experiência.

“Caril de amendoim” e “Última mesada” foram poemas recitados a escassos minutos do fim do concerto, a pedido do público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here