Scala apresenta projecto “Resistência e Afirmação Cultural”

0
77

A Associação Cultural Scala lança hoje, às 14 horas, o projecto ”Resistência e Afirmação Cultural”. A iniciativa será  apresentada ao público no Cine-Teatro Scala e deverá contar com a presença da Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, entre outras individualidades do mundo das artes e cultura.

”Resistência e Afirmação Cultural” é um projecto que internacional e interdisciplinar aprovado pelo Procultura e financiado pela União Europeia e co-financiada pelo Instituto Camões.

Visa realizar recriações e investigações orientadas por jovens mulheres de manifestações artísticas que aconteceram ao longo do processo de libertação colonial nos países africanos de língua oficial portuguesa.

Constituem objectivos principais do projecto mapear linguagens artísticas nas áreas da música, dança e teatro, de modo a serem recriadas, sem alterar sua original identidade.

O projecto tem por vista destacar como os processos coloniais podem ser vistos em iniciativas que constituem patrimónios nacionais bem como criar um ambiente para que a política cultural desses países possa ser sustentável.

O evento está incluso no Plano de Açcão de género 2016-2020 da União Europeia, dando deste modo primazia à temática dos Direitos Económicos, Sociais e Culturais.

Busca-se de igual forma contribuir, através do projecto, no reforço da identidade nacional nos países de língua portuguêsa e pelo mundo, por meio da geração de emprego na área da investigação do património artístico.

São ao todo sete instituições que são parceiras directas do projecto representantes de cada país: Associacão Cultural Scala (Moçambique), Eliga Teatro ( Angola), Fundação Amílcar Cabral (Cabo Verde), Grupo de Mandjuandade Netos de Amizade, (Guiné Bissau) Associação Cultural e Recreativa de Tondela (Portugal), Roça São João/Eco Cultura São Tomé e Príncipe e Centro Nacional Chega (Timor Leste).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here