Franco projecta filmes LGBT

0
43

Escrito por Isah Esmeralda

O Centro Cultural Franco-Moçambicano (CCFM) exibe nos 12 e 15 de Julho quatro películas da comunidade  Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgênero (LGBT). Trata-se de uma iniciativa que enquadra na semana dos filmes da LGBT com o intuito de promover os direitos iguais e respeito pelas liberdades de escolha.

De acordo com a programação do CCFM e que Mbenga teve acesso, o primeiro dia vai contar com três sessões. Na primeira, a partir das 15 horas, será projectado o filme “O Ornitólogo”, do realizador luso-franco-brasileiro João Pedro Henriques.

A longa-metragem de 117 minutos é um drama foi lançado em 2016 e conta a história de Fernando, um homem solitário, de 40 anos de idade, que trabalha como ornitólogo. A dado momento decide viajar pelo curso de um rio a bordo de um caiaque, mas quando uma correnteza forte derruba sua pequena embarcação, inicia uma jornada sem volta e repleta de perigos. O filme destina-se a maiores de 14 anos de idade.

A segunda sessão foi reservada para a exibição do filme “Azul e Não Tão Rosa”. A programação indica que a longa metragem deverá ser vista a partir das 17 horas. É um filme que versa em torno de Diego, um jovem fotógrafo de sucesso que vive no mundo da moda e do excesso. Um trágico acidente muda seu mundo; seu parceiro agora está em coma. Sem que queira, durante este tempo, Diego tem que tomar conta de seu filho, Armando. Agora, os dois tem que se adaptar um ao outro; Armando ao desconhecido mundo homossexual de seu pai, e Diego a fechada atitude de seu filho adolescente.

O filme espanhol de 2012, realizado foi Miguel Ferrari, faz parte do género Drama e tem 114 minutos de duração. Será projectado em língua original, espanhol, e legendado em língua portuguesa. Podem acompanhar, o filme, maiores de 12 anos de idade.

Na terceira e última secção do dia 12 arranca às 19 horas. A programação do Franco indica que será projectado o filme “O Pai da Itália”. Lançado em 2017, o drama do realizador Fábio Mollo narra a história do Paolo, um profissional tímido e quieto, e de Mia, uma cantora descolada e livre, mas que descobre estar grávida. Os dois se conhecem por acaso, ficam amigos rapidamente e decidem fazer uma viagem para encontrar o pai da criança.
O filme tem duração de 92 minutos. Será projectado em língua original, italiano, e lengandado em língua portuguesa. Destina-se a maiores de 12 anos de idade.

O CAIR DO PANO

O último dia da semana de filmes LGBT, 15 de Julho, está reservado para a mostra de uma longa-metragem intitulada “A Bela Estação” . A ser projectado a partir das 17 horas, o filme é uma mistura de romance e drama, produzido na França e Bélgica, no ano de 2015, e realizado por Catherine Corsini.

É uma história que parte de 1971, quando Delphine de 23 anos, filha de um camponês, vai a Paris para conquistar sua independência financeira. Seu sonho é administrar sua própria fazenda, um projecto considerado impensável na época para uma mulher.

Na França, encontra Carole, de 35 anos de idadee que está num relacionamento com Manuel. Quando Delphine e Carole se encontram, inicia uma história de amor que muda suas vidas. O filme tem duração de 105 minutos e destina-se a maiores de 12 anos. Será projectado em Francês e legendado em Português.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here