Spotify a caminho de Moçambique

0
84

O serviço global de streaming de música Spotify estará disponível, em dias, em Moçambique e noutras 39 nações africanas.

Angola, Benin, Botswana, Burkina Faso, Burundi, Cabo Verde, Camarões, Chade, Comores, Djibouti, Guiné Equatorial, Estwani, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné e Guiné-Bissau integram os novos usuários deste serviço.

A lista inclui igualmente Costa do Marfim, Quénia, Lesoto, Libéria, Madagáscar, Malawi, Mali, Mauritânia, Maurícias, Namíbia, Nigéria, Nigéria e Ruanda. Outros incluem São Tomé e Príncipe, Senegal, Seychelles, Serra Leoa, Tanzânia, Uganda, Zâmbia e Zimbábue.

A empresa anunciou que nesse contexto, apresentará novos recursos e atualizará seu catálogo de podcast para se adequar aos novos mercados.

Antes desta última expansão, os usuários moçambicanos e africanos só tinham acesso ao serviço de streaming via VPN, a excepção da África do Sul, Marrocos, Egito, Argélia e Tunísia, onde foi lançado em 2018.

O Spotify também se mudará para o Caribe, Ásia, Europa e América Latina.

Spotify é um serviço de streaming de música, podcast e vídeo que foi lançado oficialmente em 7 de outubro de 2008 em Estocolmo, Suécia. A plataforma de streaming é indiscutivelmente a maior plataforma de streaming de música do mundo.

Na África hoje, o mercado de streaming de música tem plataformas tais como como Audiomack, Youtube Music, Apple Music, Shazam, Deezer e plataformas locais como MTN MusicTime e Boomplay.

Fonte: Modigi

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here