O pouco fantástico Sr. Pessoa

0
152
Chocolate Cake por Dominic Piperata

Por: Pedro Pereira Lopes

O Sr. Pessoa era um amigo da família. Era muito preto e usava um penteado afro prateado. Era um velhinho cheio de ossos e postura robusta. Não fumava e não bebia. O Sr. Pessoa, dedicado aos seus amigos, gostava de estar presente e chegava sempre na casa dos amigos quando a refeição estava a ser posta na mesa.

Se considerarmos que algumas pessoas têm um sexto sentido, então o Sr. Pessoa tinha o “sexto sentido” para saber as horas das refeições. Um faro certeiro, sentido.

Tinha vezes que, mesmo quando os pais não estivessem em casa, o “Incrível Sr. Pessoa”

como lhe tinham apelidado os meninos

surgia e punha-se à vontade e confortável, perguntando, por exemplo, o que é que se comia àquela hora. O Sr. Pessoa, como era muito amigo da família, tinha um apetite voraz. E está claro que isso fazia aos meninos franzirem os sobrolhos.

Num final de tarde, o Sr. Pessoa resolveu visitar

era a terceira vez naquela semana

os seus bons amigos. E tendo encontrado somente os pequenos, fez-se convidado e serviu-se do bolo com cobertura de chocolate que estava sobre a mesa. Três fatias inteiras e grossas. Depois, num suspiro, em cerimónia de recuperação de fôlego, quis água para beber.

O Marcelo, que há algum tempo desdenhava tão inconveniente amizade, levou-lhe, de uma só vez, três enormes copos de água. E ficou especado, de olhos fixos, à espera que dos copos não sobrasse uma só gota.

Tão cedo o Sr. Pessoa não visitou os seus amigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here