O velho do farol

0
139
Man and Lighthouse Painting por Peter Gartner

Por: Pedro Pereira Lopes

Um homem muito velho chamava-se Abrelino Caça-Patos. O pai tinha sido um famoso caçador de patos e ele, para mostrar que nem sempre se sai aos seus, profissionalizou-se no ofício de faroleiro. E durante muitos anos viveu sozinho num imenso farol, mantendo-o alerta, amante das ondas quebradiças e a sorrir aos pássaros.

Aí, o tempo passava devagar, com o olhar de Abrelino Caça-Patos fixos no fim do mundo, onde o mar se desprendia.

Um dia, o homem velho descobriu que tinha o dom de consertar relógios

e passou, por conseguinte, a receber muitas visitas no farol. Abrelino Caça-Patos consertava-os, mas quase nunca os devolvia. Espalhava os relógios pelo farol, com as horas atrasadas,

e assim ganhava sempre o tempo perdido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here