Malangatana exposto desde hoje em Chicago

0
500

Dez pinturas do pintor, poeta e herói nacional, Malangatana Ngwenya (1936–2011) estão expostas desde hoje até 16 de Novembro no Art Institute Chicago, nos Estados Unidos de América.

A mostra que não pôde ser exibida antes devido a pandemia do Corona vírus é intitulada Malangatana: Mozambique Modern.

As obras expostas, chegaram aos Estados Unidos de América em Novembro e tiveram aos cuidados da conservadora de pintura Katrina A. Rush em colaboração com Allison Langley, directora de conservação de quadros e molduras do espaço que acolhe a exposição.

Num artigo publicado no site do Art Institute Chicago, Rush explicou que o seu trabalho consistiu na consolidação, limpeza da superfície, essencialmente.

Nascido em Moçambique, Malangatana é considerado um dos pioneiros da arte africana moderna que desenvolveu um estilo de pintura único no início de sua carreira, uma estética definida por uma densa montagem de figuras; representações fantasmagóricas de animais, seres humanos e criaturas sobrenaturais; e uma paleta de cores claras e escuras.

O seu trabalho incorpora os novos vocabulários artísticos que surgiram em Moçambique em conjunto com a luta por uma nação libertada, da mesma forma que em outras partes do continente africano.

Artigo anteriorCorona condiciona conclusão das obras do Centro Cultural Moçambique-China
Próximo artigoCinema em Foco
É licenciado em Jornalismo, pela ESJ. Tem interesse de pesquisa no campo das artes, identidade e cultura, tendo já publicado no país e em Portugal os artigos “Ingredientes do cocktail de uma revolução estética” e “José Craveirinha e o Renascimento Negro de Harlem”. É membro da plataforma Mbenga Artes e Reflexões, desde 2014, foi jornalista na página cultural do Jornal Notícias (2016-2020) e um dos apresentadores do programa Conversas ao Meio Dia, docente de Jornalismo. Durante a formação foi monitor do Msc Isaías Fuel nas cadeiras de Jornalismo Especializado e Teorias da Comunicação. Na adolescência fez rádio, tendo sido apresentador do programa Mundo Sem Segredos, no Emissor Provincial da Rádio Moçambique de Inhambane. Fez um estágio na secção de cultura da RTP em Lisboa sob coordenação de Teresa Nicolau. Além de matérias jornalísticas, tem assinado crónicas, crítica literária, alguma dispersa de cinema e música. Escreve contos. E actualmente, é Gestor de Comunicação da Fundação Fernando Leite Couto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here