RUNNING FROM THE URB Estação Nona: Museu Mafalala | Local do Concerto Projectista: Arq. Remígio Chilaúle

0
152

O edifício do Museu Mafalala é o primeiro artefacto do museu! É um elemento importante no discurso curatorial deste projecto museológico focado na História da Mafalala e da cidade de Maputo.

O edifício responde a tradição da construção do bairro da Mafalala e por extensão da periferia antiga de Maputo. Simultaneamente, o Museu Mafalala apresenta traços contemporâneos e responde a sofisticação dos tempos actuais, sem perder a classe e a imponente sumptuosidade da tradição – uma arquitectura sui generis inspirada no traçado das casas de madeira e zinco e na influência da arquitectura Swahili presente na Mafalala.

O desenho arquitectónico, concebido pela Hueiv | Laboratório de Arquitectos, responde, igualmente, ao desafio de repensar a periferia de Maputo e projectar o futuro da Mafalala – quando de forma recorrente assistimos a gentrificação de lugares de memória e pontos de cultura. É esta uma reação ao dilema permanente, quando pensamos a melhoria da infra-estrutura vs a protecção do património cultural e do seu tecido social. 

Por conseguinte, o projecto de construção do Museu Mafalala vem de uma ideia que levou 10 anos para se materializar. E obedece às premissas da museologia social, conceito que coloca a comunidade como principal protagonista do processo museológico e garante desta forma uma maior apropriação das narrativas patentes neste espaço. Sugere ainda o descongestionamento do centro urbano, a democratização da cultura, a revitalização/instalação de equipamentos culturais e o acesso as artes na periferia.

O Museu Mafalala surge por conseguinte como consequência de toda uma acção liderada pela Associação IVERCA | Turismo, Cultura e Meio ambiente que iniciou um programa de desenvolvimento comunitário com base na exploração do património cultural existente no Bairro da Mafalala para fins turísticos, que deentre muitas coisas contemplou a mobilização, capacitação e formação da comunidade; inventariação do património cultural local (tangível e intangível), a documentação e pesquisa da história da Mafalala, acções de animação turística (Mafalala Walking Tour) e Cultural (Festival Mafalala), marketing do destino, captação de recursos e fundos e finalmente a sua construção como forma de celebrar a diversidade cultural e o enorme legado artístico desta comunidade.

Mais do que um museu, este espaço é hoje um creative hub estumulando o génio criativo e inovador da comunidade e coloca-se como um verdadeiro santuário das artes.

Kloro Killa, apresenta-nos o álbum Revolução Cultural inspirado nas vozes de Moçambique.

WE BE RUNNING FROM THE URB

Texto de Ivan Laranjeira

Produção Executiva: MAC | Creative Lines

Co-produção:

IBS – Indústria do Bom Som, Associação IVERCA & Museu Mafalala   

#Runningfromtheurb

#museumafalala

#iverca

#klorokilla

#IBS

#creativelines

#staysafe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here