Hoje as personagens de Samuel Nhamatate nos visitam pela janela do ecrã

0
341

Hoje, pelas 18 horas, nas páginas de Facebook e Instagram da Fundação Fernando Leite Couto o actor, bailarino e coreografo Samuel Nhamatate apresenta a segunda sessão dos Ateliers de Teatro, performance didático-criativa com o tema “As personagens da minha casa.”

Esta iniciativa de Teatro e Comunidade surge como resposta ao contexto da pandemia do coronavírus e pretende contribuir na ampliação de possibilidades artístico/criativas através da valorização e ressignificação do conceito de confinamento ou isolamento social.  Pensamos a casa como um palco simbólico, por isso, sugerimos que o confinamento imposto pelo Covid-19 seja encarado como uma oportunidade criativa, de autoconhecimento, reinvenção do ser, fortalecimento e consolidação do espírito de comunidade.

A partir de jogos e exercícios teatrais pretende-se oferecer ao público indutores criativos que contribuam para a transformação deste momento de crise pandémica (repleto de incertezas e inseguranças de vária ordem) num momento de criatividade artística, inspiração, fruição, revisitação da memória, exploração da imaginação e das infinitas possibilidades criativas do corpo e da voz – materiais do extraquotidiano e construtores do simbólico.

Nesta segunda sessão dos atelieres de teatro a proposta é conhecer as técnicas do trabalho do actor: como se construi uma personagem a partir da técnica da observação e da exploração da memória afectiva? Na sua performance didático-criativa, o actor Samuel Nhamatate nos propõe um processo imersivo, em que o público acompanha passo a passo a criação de uma cena teatral, tendo como ponto de partida o quotidiano, neste caso a partir da interpretação das personagens da sua casa.

No fim da sessão o público será desafiado a gravar um vídeo da performance que foi induzido ou inspirado a criar e partilhar nas redes socias da Fundação Fernando Leite Couto, visado a ampliação do contagio artístico-criativo, vitamina essencial para o combate ao Covid-19.

O Projecto Pandemia Criativa, donde fazem parte as sessões de Ateliers de teatro e dramaturgias no contexto do coronavírus, resulta do trabalho de pesquisa e reflexões académicas de Venâncio Calisto, no âmbito do seu mestrado em Teatro – especialização em Teatro e Comunidade, na Escola Superior de Teatro e Cinema, Instituto Politécnico de Lisboa e tem a intencionalidade de através do sensível contribuir para o fortalecimento interior das comunidades moçambicanas nestes tempos de prevenção e cuidado.

Duração da sessão: 30’

Responsável e Coordenador da iniciativa: Venâncio Calisto

Actriz: Samuel Nhamatate

Parceria: Fundação Fernando Leite Couto

Artigo anteriorXiquitsi participa no Projecto de Solidariedade Musical Internacional
Próximo artigoNão nos tire o pão
É licenciado em Jornalismo, pela ESJ. Tem interesse de pesquisa no campo das artes, identidade e cultura, tendo já publicado no país e em Portugal os artigos “Ingredientes do cocktail de uma revolução estética” e “José Craveirinha e o Renascimento Negro de Harlem”. É membro da plataforma Mbenga Artes e Reflexões, desde 2014, foi jornalista na página cultural do Jornal Notícias (2016-2020) e um dos apresentadores do programa Conversas ao Meio Dia, docente de Jornalismo. Durante a formação foi monitor do Msc Isaías Fuel nas cadeiras de Jornalismo Especializado e Teorias da Comunicação. Na adolescência fez rádio, tendo sido apresentador do programa Mundo Sem Segredos, no Emissor Provincial da Rádio Moçambique de Inhambane. Fez um estágio na secção de cultura da RTP em Lisboa sob coordenação de Teresa Nicolau. Além de matérias jornalísticas, tem assinado crónicas, crítica literária, alguma dispersa de cinema e música. Escreve contos. E actualmente, é Gestor de Comunicação da Fundação Fernando Leite Couto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here