“E essa agora”

0
227

Escrito por Muenda

O que realmente é estado de emergência nível 3?

Morreremos todos, infelizmente, a não ser que….
Nenhum dos nossos compatriotas, que trabalham todos os dias nas estradas do nosso querido país para ter o que comer não fiquem infectados.

Ai maldita corona, que nos abala e acaba com a nossa paz interna.. Porquê vieste quando tudo que estavamos a tentar fazer é ter uma vida digna de viver.

Vivemos agora trancados em nossas casas, os que saem vivem em apreensão de trazer a doença. Sabe corona nós não temos capacidade de viver com essa pressão, a fome nos segue, a tensão nos segue e agora mais essa.

Sabias que antes de ti, nos divertiamos entre amigos e familiares que agora já nem podemos, cada um fica com a sua responsabilidade em casa. Ou saíamos e mesmo com desconhecidos que depois viravam conhecidos por frequentamos os sítios habituais, nas mesmas horas, nas barracas, nos bares, as vezes restaurantes.

Nós relaxavamos lá, nos esqueciamos dos problemas. E agora essa! Temos que trabalhar em casa, beber em casa,  apanhar ar fresco em casa pela aquela janela humilde que nos deram.

Hiiii e agora essa!? Estamos a morrer antes mesmo da morte chegar em nós. Nem queremos imaginar os do outro lado lá, que ja morreram mesmo.
Haaa queremos sair um bocado, só para aquela esquina, mas hiiii que tal naquela esquina eu estiver a ir levar a ti. Ai que chato.

Deixa-me tentar perder nas aventuras duma dessas crónicas que os meus compatriotas têm partilhado, para poder estar fora dessas paredes macabras. “

Bibliografia

Muenda nasceu a 04 de Maio de 1995 na cidade de Maputo. Por inerência das funçōes desempenhadas pelos seus pais, vai viver de 1997 a 1999 na Alemanha.

Ingressa posteriormente na escola secundária Francisco Manyanga onde frequentou e conclui o ensino secundário básico antes de se emigrar para o Quénia em 2010 onde se vai matricular na St. Austin’s Academy de  Nairobi, ambiente que foi integralmente explorado pela autora para desenvolver os seus dotes de guitarrista na Banda musical do local. Apaixonada ainda em tenra idade pelo desporto, treina de 2007-2010 o Tang-So-Do, uma modalidade das artes Marciais. E seguiu depois para Inglaterra para concluir os seus estudos de licenciatura em Arquitectura.

Na sua vivência na Alemanha a Muenda introduziu-se a outras culturas do mundo e teve o seu primeiro contacto com as artes plásticas. Foi desde os seus três anos que foi explorando e aperfeiçoando por conta própria as suas técnicas, desenvolvendo depois a paixão pelas linhas rectas na disciplina de desenho no ensino secundário em Maputo. Nos seus estudos no St. Austin’s Academy estudo e aperfeiçou as suas técnicas artísticas, desenvolvendo o traço para o surrealismo.

A sua exploração foi intensa e robusta que Muenda sentiu-se preparada para mostrar a sua arte plástica ao mundo, onde teve a sua primeira exposição “Além da Realidade” 17 de Agosto de 2015 na mediateca do BCI.

Não obstante a sua multivalência no campo artístico, será na literatura que  Muenda vai demonstrar a sua primeira afirmação cultural, com lançamento da obra “Maravilhas da Alma”  em 2013 e em seguida “Alma Inquieta” em 2015.

Contudo, depois da lançamento e exposição das suas artes a artista decidiu se concentrar nos seus estudos do ensino superior. Desde a conclusão do seu curso Muenda tem se reencontrado nas artes, participando nas NOITES DE POESIA, oficina da KUVANINGA – cartão d’arte, oficina na igreja católica Holy Cross.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here