Arranca amanhã o II Mozambique Music Meeting

0
113

Decorre de hoje até 8 do mês corrente no Centro Cultural Franco- Moçambicano (CCFM) e no Parque dos Continuadores (PARKE) a segunda edição do Mozambique Music Meeting.

Decorre de hoje até 8 do mês corrente no Centro Cultural Franco- Moçambicano (CCFM) e no Parque dos Continuadores (PARKE) a segunda edição do Mozambique Music Meeting (MMM).

Trata-se de uma exposição de música para o mundo, organizado pela Maningue Productions.

Os concertos de música ao vivo (showcases) contarão com a participação de 17 grupos/artistas nacionais e estrangeiros, nomeadamente Mingas, Lenna Bahule, Ivan Mazuze Band, Stélio Mondlane’s Project, Isabel Novella, Moticoma Band, Dino Miranda, Cheny Wa Gune e Maputo Electrónico.

Do estrangeiro, estarão Blessing Bled Chimanga do Zimbabwe; Zöe Modiga, Ishmael, Ben Dey and the Concrete Lions, Mxo da África do Sul; bem como P.L.I.N.T – Pablo Lapidusas International Trio com integrantes do Brasil e Portugal.

A programação que inclui debates, palestras, speed meetings entre artistas e promotores, um curso de curta duração em produção cultural e musical destinado aos profissionais desta área artística que será ministrado por alguns dos delegados.

Em iniciativas deste formato participam directores de festivais, agentes de produtoras, jornalistas entre outros intervenientes relevantes da indústria da música.

A primeira edição foi em 2017, no Centro Cultural Franco-Moçambicano em Maputo só com músicos nacionais. Na sequência jovens como Deltino Guerreiro, Gran Mah tiveram a oportunidade de estar em grandes festivais pelo mundo.

.

Trata-se de uma exposição de música para o mundo, organizado pela Maningue Productions.

Os concertos de música ao vivo (showcases) contarão com a participação de 17 grupos/artistas nacionais e estrangeiros, nomeadamente Mingas, Lenna Bahule, Ivan Mazuze Band, Stélio Mondlane’s Project, Isabel Novella, Moticoma Band, Dino Miranda, Cheny Wa Gune e Maputo Electrónico.

Do estrangeiro, estarão Blessing Bled Chimanga do Zimbabwe; Zöe Modiga, Ishmael, Ben Dey and the Concrete Lions, Mxo da África do Sul; bem como P.L.I.N.T – Pablo Lapidusas International Trio com integrantes do Brasil e Portugal.

A programação que inclui debates, palestras, speed meetings entre artistas e promotores, um curso de curta duração em produção cultural e musical destinado aos profissionais desta área artística que será ministrado por alguns dos delegados.

Em iniciativas deste formato participam directores de festivais, agentes de produtoras, jornalistas entre outros intervenientes relevantes da indústria da música.

A primeira edição foi em 2017, no Centro Cultural Franco-Moçambicano em Maputo só com músicos nacionais. Na sequência jovens como Deltino Guerreiro, Gran Mah tiveram a oportunidade de estar em grandes festivais pelo mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here