Jazz cruza artistas de várias gerações no Teatro Avenida

0
43

A banda sul-africana Mr. Thulz_Sa Trio e os músicos moçambicanos Frank Paco, Nandov e os 5 Trovadores – Roberto Chitsondzo, Chico António, Hortêncio Langa, Arão Litsuri e António Marcos – cruzam-se hoje, na Cidade de Maputo, para a primeira edição do “Jazz no Avenida”.  

Trata-se de um espectáculo que inaugura um novo conceito trazido pela Ginho Sibia Management, em que músicos consagrados de jazz e outras variantes musicais dividem o mesmo palco e partilham experiências.

Este é o começo de uma série de concertos a acontecer mensalmente no Teatro Avenida. A escolha do espaço deve-se ao facto de se pretenderem espectáculos mais intimistas e de carácter biográfico, onde o público poderá interagir com os artistas, muito além de uma perfomance.

Os artistas desta primeira edição são conhecidos, pelo menos por parte dos espectadores do Hotel Terminus, no “Only Jazz Without Stress”. Mr. Thulz_Sa Trio, banda sul-africana, já se apresentou em Maputo uma data de vezes, incluindo o Terminus. Mr. Thulz, o líder da banda que vem da Johannesburgo, é um pianista que já arranca aplausos até ao público mais exigente, e para este espectáculo promete dar o seu melhor, reunindo as músicas que constam do seu álbum lançado recentemente.

Já Frank Paco, artista que em Abril se juntou aos três irmãos para um concerto memorável no Terminus, sente-se honrado por ser parte de um novo conceito, sobretudo por dividir o palco com aqueles que considera os pioneiros da música moçambicana, referindo-se aos apelidados 5 Trovadores. “Também sinto tanto orgulho em poder tocar com um dos melhores artistas da nova geração de Moçambique”, referiu-se Paco a Nandov Matsinhe.

Paco traz, desta vez, músicas novas que, por sinal, ainda não estão gravadas, mas o artista promete incorporar no seu próximo álbum com previsões de lançamento para Dezembro que se segue.

Para Nandov, quem se junta ao palco com os Trovadores pela segunda vez, este convite significa muito, pois “em idade, sou muito novo comparando com os outros artistas que irão subir ao palco e, sob ponto de vista de carreira e experiência, também sou novo”. Ainda assim, Nandov promete um espectáculo singular, com músicas que vão compor o seu álbum, trabalho que apenas está na última fase de edição.

Os 5 Trovadores – Roberto Chitsondzo, Chico António, Hortêncio Langa, Arão Litsuri e António Marcos – já são uma tradição enquanto vozes e guitarras que se juntam de quando em vez, mesmo agitados por Ginho Sibia, para actuações.

Para este concerto, os “mais velhos” da música moçambicana, ainda que com novidades por partilharem, reservam-se a uma actuação que revive os maiores sucessos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here