Mafalala melhor destino turístico da cidade de Maputo

0
995

O EMBLEMÁTICO bairro da Mafalala foi galardoado na noite de quinta-feira, na capital do país, como o melhor destino turístico da cidade de Maputo.

O prémio foi recebido pela Associação IVERCA – Turismo, Cultura e Meio Ambiente que, com as suas actividades, está a tornar o local mais apetecível para a prática turística. Ivan Laranjeira, presidente da agremiação, apontou que a distinção é resultado de trabalho, empenho e dedicação.

“Quando começámos não tínhamos escritórios, trabalhávamos debaixo de uma sombra. Hoje, estamos aqui debaixo de um tecto. Começámos com zero turistas, mas hoje o nosso trabalho é mensurável e conseguimos avaliar a evolução”, narra Laranjeira.

O lado positivo da Mafalala ficou mais saliente. Os becos, as ruas, as casas de madeira e zinco enferrujado viraram atracção turística. Os visitantes querem conhecer os locais onde viveram as figuras que nasceram e/ou habitaram o bairro, como o lendário futebolista Eusébio, os poetas José Craveirinha e Noémia de Sousa, o antigo ministro, Pascoal Mucumbe, Samora Machel e Joaquim Chissano.

Ivan laranjeira aponta que nunca se falou tanto, nem se despertou tanto interesse pela Mafalala como se tem verificado. A intervenção da agremiação não é nostálgica ou romantizada, é uma acção consciente que discute questões ligadas ao bairro. “Observamos na forma espontânea e orgânica como os artistas se vão envolvendo, decorrente do trabalho que temos desenvolvido”, disse.

Além de trabalhar em projectos individuais, a associação inspira e dá impulso a iniciativas que têm como foco o bairro. Das outras, destaca-se o da artista Camila de Sousa, intitulado “Mafalala Blues”, e do fotógrafo Mauro Pinto, “Dá Licença”. Recentemente, Amilton Neves apresentou “Madrinhas de Guerra”.

“Quando olhamos para estas acções vemos que estão de forma indirecta muitos associados a este trabalho que temos vindo a fazer e que procura cada vez mais trazer ao de cima o lado positivo da Mafalala”, disse.

No bairro premiado, recentemente, foi inaugurado o Museu Mafalala, um empreendimento construído no âmbito do projecto “Protecção Patrimonial e Desenvolvimento Local: Valorização Histórico, Cultural e Ambiental nas Províncias de Maputo e Inhambane”, implementado pela associação, com o co-financiamento da União Europeia e da Cooperação Alemã em Moçambique.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here