Tovar não pára de me incomodar

0
266

SAIBAM que na semana passada acusaram-me, injustamente, de consumo e tráfico de droga. Disseram que o Tovar é produto do consumo de alucinogénios. Logo eu, Hélio, o jornalista mais pontual que conheço.

-Mas o que a pontualidade e a acusação têm a ver?
-Na procura de uma resposta pontual apareceu-me isso.

Mas sabem, ontem sonhei com Tovar. O nobre falava fino, usava um português incaracterístico, misturado com castelhano. Vestia umas roupas coloridas, andava lento, tomava notas de tudo que via. Olhava para os negros com estranheza. Mostrava que era um indivíduo com potencial, mas meio conformado. Tinha tudo para conquistar a coroa, mas conformou-se em navegar para descobrir terras já habitadas. Foi colocado como governador de um pedaço de terra perdido no Índico.

Porque falaste de Sancho Tovar, miúdo?

-A tua resposta não foi clara.
Tenho 29 cães no meu encalço, querem-me vivo ou morto. São 29, ouviu? São 29! Dez mais 10 mais nove.
Raivosos, por vezes aparecem nos meus pesadelos, mostram os seus dentes afiados, deixam a sua baba viscosa balançar até que finalmente acordo. Existem dias em que as mantas ficam húmidas, pego no líquido e parece-me a baba de um dos cães.

-Estás a falar de quê, miúdo?
-Estou a falar de 29 cães. Cão, aquele animal que dizem ser o melhor amigo do Homem. Aquele mamífero que guarnece casas de quem tem algo para ser guarnecido.

-Sabe, poderias usar este espaço, esta coluna para ajudar…
-Poderias ser tu a escrever essa coluna, sabes? Mas não és. Então deixa-me escrever.

Quase perdia o fio de pensamento. Sim… Tenho 29 cães no meu encalço.
O primeiro cão é raivoso, mas dócil, aparece sempre que me sinto só, diz: Otto, aceita as coisas como elas são. Aceita, miúdo. Tudo vai se arranjar, se não se arranjar já é um arranjo.

Às vezes me revolto, olho para o Hélio Raimundo Nguane no espelho. Ele sorri, depois mostra uma face entristecida. Depois sorri de novo e grita: Quem tu és?

Tenho duas licenciaturas (Publicidade e Marketing, Jornalismo), uma coluna no maior jornal do país, tenho…
-E depois?
-Senhor, pára com as tuas questões! Estás a me fazer fugir do assunto, do título da crónica.

-Porque falaste do Sancho Tovar?
-Um dos meus cães, o primeiro, tem o nome de Sancho Tovar, o cão do conformismo.

In Retalhos e Farrapos

(Jornal Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here