Armindo Mathe regressa à literatura através da poesia

0
155

A ser lançada, hoje, às 17.30 horas, no Centro Cultural Brasil-Moçambique, “Mito Erecto” é a terceira obra literária do escritor moçambicano, Armindo Mathe. Este livro de poesia é composto por 45 poemas, distribuídos em duas partes: “Mito” e “Erecto”.
O autor propõe-se a endereçar aos leitores a conhecer o seu íntimo, tendo como esteira as suas memórias da infância e da vida num todo, além de experiências pessoais. Numa linha actual e contemporânea marcada por esta incessante busca de uma identidade própria, do “Eu” na sua plenitude.
Conforme a pesquisadora Rita Da Cássia Alcaraz, que assina o prefácio, o “Mito Erecto” apresenta-se como uma “uma imagem inacabada”, pelo facto de trazer “uma reflexão sobre a própria experiência e só identificámos imagens em um vocabulário existente produzido em diálogos com as experiências do leitor”.
O livro marca o regresso do escritor e poeta aos meandros da literatura, depois de ter lançado dois livros, em 2017, concretamente “(Des) Contos do Tempo” (contos) e “Romaria: três Dimensões do Vento” (poesia).
Armindo Mathe é membro do Movimento Literário Kupaluxa. Escreve desde a adolescência, tendo publicado textos em revistas e jornais. Foi duplamente vencedor do Prémio Literário TDM 2016, com as suas duas obras anteriores. É formado em Gestão pela UEM e é contabilista de profissão.
Chancelada pela Gala Gala Edições, a obra “Mito Erecto” será apresentada pelo poeta Juvenal Bucuane.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here