Camões mostra “OUTROS” de Douglas Condzo

0
157
fotografia de Douglas Condzo

No dia 16 de setembro, o Camões – Centro Cultural Português em Maputo apresenta ao público a exposição “OUTROS”, primeira apresentação individual do fotógrafo moçambicano Douglas Condzo.

Com curadoria de João Roxo, a exposição “OUTROS” apresenta um conjunto de fotografias inéditas de Douglas Condzo. As vidas de antepassados e as suas conquistas são relatadas, enquanto relações são estabelecidas entre contadores e ouvintes, os emissores da história e os seus recetores.

“Cada história estabelece um equilíbrio, entre aquilo que definimos como a realidade humana e a ficção, entre a objetiva e pouco flexível tangibilidade do que nos rodeia e o imaginário infinito que alcançamos quando fechamos os olhos”, lê-se no comunicado recebido pelo “Mbenga”.

A exposição “OUTROS” integra a 2ª edição do Festival Gala Gala, evento que decorre em Moçambique de 13 a 19 de setembro, e reúne variados eventos organizados por oito Centros Culturais baseados na cidade de Maputo e também a Embaixada da Espanha, numa programação conjunta que preenche os finais de tarde de toda a semana.

“OUTROS”, um projeto do Camões – Centro Cultural Português em Maputo, estará patente até dia 22 de outubro, de segunda a sábado, entre as 10h00 e as 17h00.

As visitas à exposição serão reservadas a um número limitado de pessoas e respeitarão todas as medidas adequadas de higiene e segurança definidas pelas autoridades competentes.

 Douglas Condzo, fotógrafo e cineasta residente em Maputo, Moçambique, trabalha nas áreas da moda, documentário, retrato e storytelling.

Em 2019 a sua primeira curta-metragem intitulada A Voz de um Pincel retrata a poluição no bairro do Hulene, concretamente sobre a lixeira de Hulene e o seu impacto na comunidade local, que fez parte da seleção oficial da CineEco, Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela, o único festival em Portugal dedicado à temática ambiental, no seu sentido mais abrangente.

No ano passado foi vencedor do festival FILMINHOS, organizado pelo Maputo Fast Forward em Maputo, com o seu curto documentário intitulado Hair Masters onde faz uma breve abordagem sobre a migração. Em março de 2021 expõe o projeto fotográfico Fragments na Eclectica Contemporary em Cape Town, numa breve abordagem sobre o comércio informal em Moçambique e em África.

Este ano, em junho de 2021 expõe novamente o seu projeto Fragments na Youngblood Gallery em Cape Town.  Condzo procura iluminar e realizar momentos de ternura, complexidade e beleza através da imagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here