Albertine Trichon e Caroline Aycard vê Maputo como uma Cidade Portuária

0
195
Fotografia de Júlio Marcos

Pintar sobre lugares, pessoas e demais elementos da vida quotidiana é o denominador comum dos trabalhos de Albertine Trichon e Caroline Aycard, duas artistas de origem francesa que expõem, no “Franco”, as suas impressões sobre a cidade de Maputo.

Intitulada “Maputo, Cidade Portuária”, a mostra é resultado de uma Residência Artística, inserido na cooperação bilateral entre o Centro Cultural Franco-Moçambicano e a Embaixada da França em Moçambique.

Foi a primeira vez que as gaulesas visitaram a capital do país. Durante quinze dias mobilizaram energias, trabalharam em torno do tema que dá título à exposição e trouxeram registos, em técnica de gravura em monototipia e pintura mista, dos aspectos que entendem fazer de Maputo uma cidade portuária.

Numa viagem pelas obras, é possível perceber o quanto a ligação histórica entre a vida “das gentes” de Maputo e a antiga Delagoa Bay prevalece, através dos lugares, cheiros, sabores, desejos e experiências do dia-a-dia dos indivíduos.

A exposição “Maputo, Cidade Portuária” foi inaugurada no passado dia 29 de Julho e está aberta até 14 de Agosto próximo.

Albertine Trichon e Caroline Aycard são pintoras e académicas francesas, com exposições na Europa e Japão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here