Poetisa moçambicana no festival em Espanha

0
486

A POETISA, rapper e activista moçambicana, Énia Lipanga, participa de hoje até 30 do mês em curso, na 6.ª edição do Festival Internacional ‘Memoria Viva’, na Espanha.

“Estou emocionada porque fui escolhida para ter esta oportunidade. É um momento marcante para mim, porque é a primeira vez que um artista moçambicano participa naquele festival”, afirma Énia Lipanga.

A poetisa conta que irá apresentar um vídeo, que retrata a sua vida como rapper, pois, pertence a um grupo chamado Revolução Feminina.

“Levarei também a Oficina de Turbante, literatura moçambicana, onde declamarei textos de Pedro Pereira Lopes, Noémia de Sousa e José Craveirinha”, acrescentou.

O evento, que decorre na cidade de Burgos, tem como objectivo fortalecer os fazedores culturais, que através das artes influenciam na educação da sociedade.

“Memória Viva” é considerado um dos principais festivais artístico-culturais daquele país da Península Ibérica, que reúne mais de 250 artistas, que actuam nas áreas de canto, dança, música, teatro e activismo social.

No seu decurso, os convidados realizam palestras e concertos que buscam recuperar memórias vivas e despertar a consciência social nas diversas sociedades.

Este ano, o festival conta com a participação de representantes de mais de 50 países. Do continente africano, estarão presentes artistas da África do Sul, Senegal, Marrocos, sendo que Moçambique será representado pela Énia – que vai partilhar suas experiências e práticas na luta pela defesa e promoção dos direitos humanos da mulher.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here